Projeto Lerelena

Projeto Lerelena

Em homenagem ao centenário do nascimento da poeta paranaense Helena Kolody iniciamos o Projeto Lerelena.

Nove poetisas do sul brasileiro se propoem ao desafio de ler relendo (ler helena) e interInvencionar. A proposta é confluir e colidir a nossa letra com a dela, helena. As interInvenções serão sempre sensibilizadas por poemas seus. Nesta primeira etapa partiremos de nove poemas que serão postados a cada sexta-feira.


Miragem no caminho (Helena Kolody)

Perdeu-se em nada,

caminhou sozinho,
a perseguir um grande sonho louco.

(E a felicidade
era aquele pouco
que desprezou ao longo do caminho.)



quarta-feira, 11 de julho de 2012

Ontem agora (eu amo manga amarela)

Ontem agora 
(eu amo manga amarela)
Carolina Mattar

Na feira, ontem, as mangas amarelas foram esquecidas por aproximadamente uma hora
Na feira, ontem, as mangas amarelas foram lembradas por aproximadamente uma hora

Por mim
Pela moça do caixa

Eu voltei
ela deu um sorriso pequeno de lábio torto
Ela contabilizando cada pé de alface e maço de couve
eu abri bem os olhos meio avermelhados e não acreditei que minhas mangas esquecidas foram lembradas por ela

Ela também esquecida por mim por aproximadamente uma hora
Eu também lembrada por ela por aproximadamente uma hora.

Na tela, agora, as mangas amarelas são lembradas
Na feira, agora, as mangas amarelas não são lembradas nem esquecidas

Por mim
Pela moça do caixa

Ela também lembrada por mim, agora
Eu também não lembrada por ela, agora

Agora...

Um comentário:

saudadesó ósedaduas disse...

13
qual é mesmo o nome daquela saudade
aquela que gosta de bastante agua e sol
que trepa pelas paredes
que fica na sacada
aquela que... aquela...
não sei
só sei de sua flor a cor
e sei de cor: anarela